Aventuras de uma noiva grávida | Casamento | Li.Me

abril 25, 2019

Pois é... Actualizar aqui o blog foi uma tarefa que ficou de parte com tudo o que foi acontecendo com os planos para o casamento...

Por mais simples que se queira fazer, nunca é simples. NUNCA!!!!!!!!

E, para melhorar toda a situação, ainda acontecem umas aventuras pelo caminho que, para muitas noivas, pode ser uma enorme dor de cabeça!

Querem saber o que aconteceu? Continua a ler e diverte-te um pouco com a minha pequena aventura de noiva grávida.

Planear o vestido

Como já tinha mencionado num post aqui no blog eu decidi ser eu mesma a fazer o meu vestido de noiva.

Sempre tinha sido um desejo meu, sonho, e queria muito ser algo que eu pudesse recordar como um ''feito'' pessoal.

O vestido que imaginei, uma vez que estou grávida, teve que sofrer umas pequenas alterações, embora o formato não tenha sido muito alterado.

O tecido foi comprado, cortado e, claro, comecei a construir o vestido já a pensar na possibilidade de ter que ser um pouco maior devido ao crescimento da barriga.

A construção do vestido

A minha ideia inicial já era de fazer o vestido em duas partes, ou seja, top separado da saia.

Com a gravidez, mantive essa formato mas ''alterei'' a parte de ser completamente separado.

Optei por construir separadamente, da mesma forma, mas a saia ficaria por cima do top, de forma a parecer vestido completo, mas com umas molas por dentro para que o top não se separasse da saia e, assim, seria mais fácil para vestir, despir, ir ao WC, etc.

Até aqui tudo bem.

Calculei como seria o tamanho da minha barriga no dia do casamento, fiz um pouco maior para o caso de a barriga crescer mais do que o esperado, e finalizei o vestido.

No dia em que finalizei e provei o vestido estava tudo bem.

O vestido servia certinho, o top estava confortável, as molas no interior do top e saia encaixavam perfeitamente e seguravam tudinho conforme eu tinha pensado e ainda tinha uma pequena folga para que nada ficasse apertado demais e eu pudesse respirar à vontade.

Perfeito!!!!

Mas... o destino nem sempre é nosso amigo...

No dia seguinte fui até à cidade comprar as coisas que me faltavam para o grande dia.

Precisava de um casaco ou algo do género para o caso de estar frio no dia, precisava de comprar os acessórios para completar o look e umas outras coisinhas tanto para o casamento como para viagem e tempo de férias.

Neste dia faltavam apenas 5 dias até eu ter que viajar para Portugal.

Quando cheguei a casa fui provar o vestido para que uma amiga minha me visse com ele, já que ela infelizmente não pode vir para o casamento, e foi nesse momento que o destino me bateu de frente e disse bem assim ''Surpresa! Nenhuma noiva casa sem sofrer um pouquinho!''.

De um dia para o outro o vestido simplesmente deixou de me servir... Ou melhor, a parte da saia!

Eu bem pedia à minha amiga para apertar mas não dava! Faltavam cerca de 3 dedos de espaço para que a saia apertasse!

Conseguem imaginar o meu desespero? Eu tinha terminado o vestido no dia anterior e estava udo certo, perfeito. De um dia para o outro parecia que o vestido tinha sido feito para outra pessoa que não eu!!!

Bem, as duas pensamos e demos voltas para ver o que fazer de uma forma prática e eficaz, de preferência de forma a que, mesmo que eu aumentasse bastante, desse para o vestir sem ter que o modificar à última da hora.

Aumentar o vestido

Bem, como já estava tudo terminado e eu não podia mexer muito no tecido para que não ficasse com marcas de costuras, tive que optar por uma solução prática que me permitisse ter vários tamanhos sem que ficasse mal no meu corpo.

Como a saia é de fecho atrás optei por o tirar fora, acrescentar tecido em forma de triângulo de cada lado do fecho (o tamanho que faltava, de cada lado, ou seja, o dobro do que precisava) e voltar a colocar o fecho.

Como ainda não posso mostrar o vestido vou deixar aqui imagens ilustrativas para que possam entender e, quem sabem, ajudar alguém que esteja numa situação semelhante.



Depois disso fiz um aumento para o cinto.
Eu não podia mexer no cinto da saia que já estava feito pois iria marcar muito o tecido, então fiz apenas um aumento e troquei as molas por colchetes. Assim, mesmo que ficasse justo, o colchete segura melhor do que uma mola.

Como já tinha um laço para colocar atrás a tapar o fecho do cinto, não haveria problema em fazer o aumento. (sim, o laço fiz à parte e fica colocado com molas também, mais prático e sem preocupação de fazer um laço bonito no dia ou de ele se desfazer com o tempo).

Inicialmente, antes de todo o problema, tinha feito o laço sem as pontinhas que ficam para baixo. Com o aumento de tecido atrás, acrescentei as pontinhas do laço que ficam penduradas para que tapassem o aumento de tecido e tudo parecesse perfeito!

Como coloquei colchetes no cinto, aproveitei e coloquei com várias distâncias, sendo que a primeira era a medida que eu precisava para conseguir vestir a saia, a segunda com cerca de 2 cm mais e a terceira com mais 2 cm da segunda medida.

Desta forma a saia funciona como uma soutien: 3 medidas para ajustar conforme seja necessário.

Preciso dizer que, por dentro do cinto, eu já tinha colocado elástico para que a saia se ajustasse o mais possível ao meu corpo, ficasse segura e bonita. Tudo pela segurança, conforto e praticidade!


Conclusão

No final consegui resolver o problema de uma forma bem prática e rápida.

Ainda assim, o desespero de saber que o vestido já não me servia mexeu bastante comigo e foi o suficiente para me deixar nervosa até chegar o dia e eu conseguir entrar dentro dele sem problemas.

Apesar de, desta vez, ter deixado espaço suficiente (espero eu) para que não tenha que mexer nele à última da hora, trouxe comigo um kit de costura com alfinetes, tecido do vestido, molas, linhas, tesoura e colchetes para o caso de ter que fazer alguma alteração e, até mesmo, para o caso de acontecer algo durante a festa.

Bem... Como acham que resolvi? Tive uma boa ideia ou fariam de forma diferente?

Já vos aconteceu algo do género, mesmo que não tenha sido para o vosso casamento?

Deixem aqui nos comentários as vossas histórias :)

Beijinhos a todos!!!!!

You Might Also Like

0 comentários

Denunciar abuso