Mitos da gravidez | Li.Me

fevereiro 03, 2019

Assim, do nada, vir com um tema que não tem qualquer nexo com os temas anteriores aqui no blog é um pouco estranho, certo?

Pois é... Só que, na verdade, este vai passar a ser um dos temas que vou trazer mais frequentemente, incluindo questões, rotinas, e esse tipo de coisas que muitas pessoas tem curiosidade e dúvidas também.

Agora falta saber o motivo...

Como para bom entendedor meia palavra basta, sim, eu estou grávida!!!

Neste momento estou de 8 semanas, quase no início da 9ª, descobri à cerca de 3 semanas e, para iniciar este tema aqui no blog, decidi trazer algo que muitas mães de primeira viagem querem saber, e procuram saber, se é verdade ou não!

Para quem me acompanha sabe que esta não é a minha primeira gravidez. Ainda assim, cada gravidez é diferente da anterior, assim como de mulher para mulher.

À parte essas diferenças, existem algumas coisas que são iguais para toda a gente e essas coisas são os mitos que surgem quando uma mulher engravida!

Vamos descobrir quais são alguns deles?


Mitos

1. Sexo prejudica o bebé

Este primeiro ponto é um mito, com certeza!

Existem, sim, casos específicos em que não é recomendado mas por ordem médica, por exemplo, em casos de tensão alta e deslocamento da placenta. Nesses casos não é recomendado por se tornar perigoso.

As relações sexuais ajudam na preparação para o parto e, para além disso, também dá uma sensação de bem estar ao bebé pois a mãe também se sente bem, relaxada, feliz.

2. Se a mulher tem azia, o bebé é cabeludo

Bem, este foi um dos mitos que me disseram durante a minha primeira gravidez pois eu tinha alguma azia, no entanto... o meu filho não nasceu assim tão cabeludo!

Na verdade, essa é uma característica adquirida pela genética, que é a única responsável por o bebé ser cabeludo ou não.

A azia aparece por que o útero pressiona o estômago e isso causa um refluxo do ácido do estômago.

3. Soprar na nuca do parceiro passa os enjoos para ele

Qual grávida que sofre de enjoos matinais, ou mesmo durante o dia, não iria adorar que isto fosse verdade?

Bem, eu com certeza ia amar pois estou a sofrer com isso, e não só de manhã!

Infelizmente, é apenas um mito.

Os enjoos variam de mulher para mulher, de gravidez para gravidez e são causados pelas inúmeras hormonas presentes durante este estágio da mulher.

4. Se tem muitos enjoos, é uma menina

Isso quer dizer que, nesta gravidez, estou grávida de uma menina?

Até posso estar, mas isso varia muito, mais uma vez, de mulher para mulher e de gravidez para gravidez.

Nem todas as mulheres que tiveram grávidas de meninas sofreram de enjoos.

Mais uma vez, os enjoos são devidos aos níveis altos da hormona Beta-HCG e devido às alterações fisiológicas.

5. Jóias, chaves, medalhas no pescoço durante a gravidez causam marcas na pele do bebé

Preciso de esclarecer?

Não tem nenhuma relação...

Em primeiro lugar: as mães usam no pescoço que nem tem contacto directo com a barriga.

Em segundo lugar: como seria a transferência?

6. Grávidas não podem fazer depilação

Bem, este ponto tem uma parte que pode ser verdade...

Fazer a depilação com cera ou lâmina não causa problema nenhum durante a gestação.

No entanto depilação a laser não é aconselhada por não se saber ainda quais os efeitos que pode ter no bebé.

7. Grávidas não podem pintar as unhas

Quando não existe uma proibição específica do ginecologista por motivos de alergias ou problemas mais graves, as grávidas podem pintar sim.

As quantidades de químicos presentes nos vernizes não são grandes o suficiente para prejudicar a mãe ou o feto e, também, não são grandes o suficiente para chegar ao organismo.

8. Grávida não pode pintar o cabelo

O risco de prejudicar o feto com o uso de tinturas de cabelo nunca foi comprovado.

Os médicos indicam a não utilizar descolorações, alisamentos e permanentes por usarem químicos mais fortes que mais facilmente chegam à raiz do cabelo.

Quanto às colorações mais fracas não há problema, sendo sem amónia, e indica-se que seja após o primeiro trimestre para garantir menos riscos de possíveis problemas.

9. Quadris largos facilitam o parto

O tamanho do quadril não afecta a facilidade do parto, independentemente do tamanho do bebé.

O que realmente tem importância é o tamanho do canal de parto, por onde o bebé vai sair, que pode ser igual numa mulher com quadris largos e numa mulher com quadris estreitos.

10. Todas as mulheres se sentem felizes durante a gravidez

Será? Não.

Na verdade muitas mulheres sentem bastante stress, medo, confusão, principalmente quando se trata de ser o primeiro bebé.

Outras mulheres chegam até mesmo a sofrer de depressão durante a gravidez.

Algumas mulheres tem gestações bem mais complicadas que outras e isso altera o humor da própria pré-mamã e até mesmo do papá.



Conhecem outros mitos da gravidez? Se calhar alguns bem estranhos....

Deixem aqui nos comentários :)

Beijinhos

You Might Also Like

0 comentários

Denunciar abuso