Vida de Segunda | 03 - Identidade de Género & Orientação Sexual

outubro 30, 2017

Tal como prometi no último post, sobre Drag Queens & Drag Kings, hoje vou explicar as diferenças entre Identidade de Género e Orientação Sexual.

Ambos são temas um pouco complexos e que podem deixar bastantes dúvidas, gerar questões e até mesmo desentendimentos.

Mas a actualidade já é um pouco liberal e, para que todos possamos viver em harmonia e sem ignorância (que pode ser apenas pela falta de conhecimento), podemos sempre aproveitar os nossos pequenos momentos de liberdade para procurar informarmo-nos sobre os assuntos que, hoje em dia, ganham cada vez mais destaque na sociedade.

O que é Identidade de Género?



Identidade de género é o género (masculino ou feminino) com que a pessoa se identifica, independentemente do seu sexo atribuído à nascença.

Por outras palavras: uma pessoa que nasceu homem, no seu íntimo, pensamento e personalidade, pode sentir-se e identificar-se como mulher. Neste caso, a sua identidade de género seria feminino e o seu género/sexo seria masculino.

Um pouco de baralhar, certo?

Outro exemplo: eu nasci mulher e sempre me senti como mulher, vivo como mulher e faço a minha vida como mulher. Então a minha identidade de género é feminina e o meu género é feminino também.

Mais à frente poderão conhecer os termos correctos para cada tipo de identidade de género.

Assim sendo, identidade de género não está apenas relaccionada com pessoas homossexuais, Drag Queens e Drag Kings, transsexuais ou travestis, mas sim com todos os seres humanos independentemente da orientação sexual e outras questões que possam influenciar.

Factores importantes na Identidade de Género

Para além da definição em si, existem outros factores que valem a pena serem esclarecidos e a ter em mente na hora de entender o que realmente é este conceito.

Em primeiro lugar devemos ter em mente que género e sexo são conceitos diferentes.

Género: refere-se ao masculino ou femino (ou até mesmo aquele em que a pessoa não se consegue ''encaixar'' em nenhum deles), às questões sociais, culturais, históricas associadas aos sexos.

Sexo: refere-se ao genital que se adquire no nascimento, hormonas, cromossomas e tudo relaccionado com a anatomia.

Não nos devemos esquecer que há casos em que as crianças nascem com ambos os sexos, ou até mesmo sem parte deles, e esses são casos em que podem haver conflitos entre género, sexo e orientação sexual.

Os casos em que a identidade de género mais se ressalta são em travestis e transsexuais, que nasceram em corpos femininos ou masculinos mas sentem-se como homens ou mulheres, dependendo dos casos.

Tipos de Identidade de Género

Transgénero: pessoa que nasce com um determinado sexo (femino ou masculino), mas sente-se como sendo do género contrário. Ou seja, como nos exemplos que já mencionei acima.

Cisgénero: pessoa que nasce com um determinado sexo e se sente como sendo desse mesmo género. Ou sexo, pessoa que nasceu homem e se sente como sendo do género masculino, ou pessoa que nasceu mulher e se sente como sendo do género femino.

Não-binário: este caso é aquele em que a pessoa não se identifica com nenhum dos géneros masculino e feminino), podendo criar para si um ''terceiro'' género que pode, ou não, ser uma mistura de ambos.

Orientação Sexual

Orientação sexual define-se pela atracção sexual, no sentido afectivo, emocional, amoroso e sexual.

Ou seja, pelo tipo ou género pelo qual nos sentimos atraídos e temos desejo.

Dentro deste temas também existem várias opções.

Tipos de orientação sexual

Homossexuais: pessoas que sentem atracção, desejo, afecção, por pessoas do mesmo sexo.

Heterossexuais: pessoas que sentem atracção, desejo, afecção, por pessoas de sexo diferente.

Bissexuais: pessoas que sentem atracção, desejo, afecção, por pessoas de ambos os sexos.

Assexuais: pessoas que não se sentem atraídas por nenhum dos sexos, ou não sentem a necessidade de terem uma relacção afectiva/amorosa com nenhum dos sexos.

Pansexuais: pessoas que não ''escolhem'' sexo ou género para se sentirem atraídas.


Conclusão

Há quem afirme que as questões se identidade de género e orientação sexual, quando não são conforme o ''padrão'' imposto pela sociedade, são transtornos, doenças, e muitas outras coisas.

Claro que cada um é livre para formular a sua própria opinião mas, depois de termos acesso a tanta informação e estudos realizados, deveriamos concluir que sim, existem outras questões e opções e, da mesma forma que somos livres para criar as nossas ideias e opiniões, somos também livres para escolher como seguir e fazer a nossa vida. Então, se existem pessoas diferentes daquilo que a sociedade ''dita'', essas pessoas não são doentes, tem apenas opções diferentes.

Antes de julgarmos alguém ou de lhes colocar um ''rótulo'', deveremos informar-nos e até mesmo conhecer essas pessoas para que tenham a chance de nos explicarem aquilo em que acreditam e como se definem.

Depois desta pequena explicação, podemos então perceber que sim, Drag Queens e Drag Kings não são necessariamente homossexuais! Podem seguir diferentes opções sexuais assim como podem-se identificar com diferentes identidades de género.

Espero que tenha conseguido explicar as diferenças entre estas questões!

E, já sabem, em caso de dúvidas, perguntas, sugestões, entrem em contacto ou deixem aqui os vossos comentários!!

A vossa opinião é muito importante para mim e, se puder melhorar ou fazer algo diferente, estou sempre disponível para as vossas opiniões!

You Might Also Like

2 comentários

  1. É realmente muito importante esta partilha! Parabéns e um enorme bem-haja!!

    ResponderEliminar

Denunciar abuso